sábado, 16 de abril de 2016

REALIZAÇÃO DE UM SONHO

Tive um sonho no passado
Me envolveu plenamente
Só em pensar eu sent
O meu coração contente
Ser mãe de uma menina
E a natureza divina
Me castigou um bocado
Eu não sabia entender
Melhor que sonhar é ver
Um sonho realizado

Muitas jovens se casaram
No tempo que me casei
Quando eu as vi com dois filhos
Até me emocionei
Sem revelar a ninguém
Querendo ser mãe também
Como tinha planejado
Demorou acontecer
Melhor que sonhar é ver
Seu sonho realizado

Quando Deus determinou
Ainda quis duvidar
Mas quando senti firmeza
Na fé pude mergulhar
Sentindo dois corações
Somando as pulsações
Um no outro conjugado
Nunca irei esquecer
Melhor que sonhar é ver
Seu sonho realizado

Nove meses de espera
Passei com satisfação
No santo mês esperado
Sentia tanta emoção
Cada dor que eu sentia
A criança se mexia
Em mim gerava cuidado
Será que já vai nascer?
Melhor que sonhar é ver
Seu sonho realizado

No dia do nascimento
Misturou-se as emoções
Pai e mãe descontrolados
Sentindo as pulsações
Dividindo as alegrias
Buscando as energias
Para o momento esperado
Do que ia acontecer
Melhor que  sonhar é ver
Seu sonho realizado

Deus marcou com tinta azul
Na página do seu diário
Dezessete de abril
É o seu aniversário
Parabéns filha querida
Tesouro da minha vida
Tenho no cofre guardado
O segredo é o prazer
Melhor que sonhar é ver
Seu sonho realizado

Cresceu recebeu virtudes
Faz questão de semear
A construção de amizades
Vive sempre a cultivar
Linda simpática e gentil
O teu semblante infantil
É muito bem conservado
Custará envelhecer
Melhor que sonhar é ver
Seu sonho realizado


PRESENTE DE SUA MÃE HELENA.




quinta-feira, 14 de abril de 2016

ATO DE SUPERAÇÃO




Fiquei grávida amamentando
No início não notei
Meu corpo foi se manchando
Uma rubéola curei
Sem ter noção do perigo
O que passou-se comigo
Não deu preocupação
E nem provocou estresse
Quando Deus quer acontece
Sem ter interrupção

Muito doente fiquei
Daquela infecção
Mesmo assim amamentei
Pois era alimentação
Que o meu bebê comia
O outro já se bulia
E na minha intuição
Com um verme isso parece
Quando Deus quer acontece
Sem ter interrupção

Desconfiei quando estava
Completando cinco meses
Pré-natal não procurava
Afirmo a todos vocês
Que só fui me consultar
Bem pertinho de ganhar
O médico chamou atenção
Seu filho um perigo cresce
Quando Deus quer acontece
Sem  ter interrupção.

Nasceu saudável e sadia
Uma elegante menina
Foi motivo de alegria
Desafiou a medicina
A Deus vivo agradecer
A graça de merecer
Esta filha de benção
Que a família merece
Quando Deus quer acontece
Sem uma interrupção

É mãe e vai repetir
Esta virtude outra vez
Hoje faz aniversário
Dia quatorze do mês
Mulher bem determinada
Parabéns filha estimada
Corda do meu coração
Que quando puxa ela cresce
Quando Deus quer acontece
Sem ter interrupção.





sexta-feira, 8 de abril de 2016

ACRÓSTICO NATALÍCIO



Valmir um nome potente
Antonio pai escolheu
Levou-o com gosto a pia
Meu tesouro e o seu
Irmão unido as irmãs
Rindo Deus nos concedeu
Bem vindo a nossa família
Este elegante menino
Zeloso em seu bem estar
Estuda forçando o tino
Respeita o próximo e a Deus
Resolve os problemas seus
Apostando no Divino
Do amor fez seu caminho
Em busca de renovar
A vida cheia de sonhos
Resta parabenizar
A data do nascimento
Único acontecimento
Jamais será esquecido
O viva filho querido.

AUTORA MÃE HELENA.

terça-feira, 5 de abril de 2016

A NOSSA CASA COMUM



O nosso planeta Terra
É muito desrespeitado
E os próprios habitantes
Muito tem colaborado
Pra ele sentir a dor
Dum câncer desenganado

Casa comum é a terra
Que merece ser cuidada
Por todos que nela habita
Mas está contaminada
De todos os poluentes
Que deixa ela estragada

De tanto receber danos
Ela está respondendo
Derrama água demais
Onde não está merecendo
Em outras partes a seca
Deixa os animais morrendo

O aquecimento global
É todo dia mais quente
As geleiras das reservas
Derretem constantemente
O mar aumenta de nível
Afogando muita gente

O lixo o maior vilão
Da Terra o destruidor
O povo deseducado
De tudo é o causador
Nosso planeta é a preza
E o homem o predador

A água bem precioso
Está fugindo da gente
Devido ser poluída
Em quase todo afluente
Esta é a maior crise
Que a humanidade sente

A luta veloz do homem
No setor da construção
Destruiu muitas florestas
Causou a devastação
No leito da água doce
Entrou a poluição

A concorrência a ganancia
A corrida atrás do ter
O lucro desenfreado
Atrapalha o bem viver
E a sociedade grita
A fim de se proteger.

Produção de HELENA BEZERRA.