segunda-feira, 24 de outubro de 2016

VIVENDO A CIDADANIA

Obedecer a Jesus
Em qualquer ocasião
É está em sintonia
Na hora da precisão
A partilha praticar
Se precisar perdoar
Assim é ser cidadão

Resgatar muitos valores
Que estão em extinção
No meio familiar
Tendo boa integração
Criar laços de amizade
Falando sempre a verdade
Assim é ser cidadão

Respeitar a natureza
Com a sua criação
Lutar pelos seus direitos
Sem provocar confusão
Cumprir com seus os deveres
Isso frui como prazeres
Na vida do cidadão

A família é a base
Que lhe dá sustentação
Sendo bem estruturada
Oferece educação
Mostra o caminho certo
Desviando do incerto
Construindo o cidadão

A escola contribui
Ajudando a formação
Ao longo da sua vida
Com boa orientação
Depois de ficar formado
Já se sente preparado
Para ser um cidadão

A comunidade ajuda
Fazendo boa ação
E atrapalha também
Se tudo faz confusão
Deixando o sujeito tonto
E as ideias a ponto
De nunca ser cidadão

 A sociedade influi
Predisposta na questão
De uma forma ou outra
Faz a colaboração
No sentido de ajudar
Ao caráter e bem estar
De qualquer um cidadão

A educação moral
Traz a fundamentação
Quem tem é bem sucedido
Em qualquer ocasião
Respeitar ser respeitado
É um quesito aprovado
Na vida do cidadão

Viver em sociedade
Requer a obrigação
De exercer cidadania
Com toda dedicação
Procurar ser informado
Nunca se deixar lesado
Assim é ser cidadão

Zelar o meio ambiente
É forma de prevenção
Orientar as pessoas
Evitar sujar o chão
Com o lixo reciclável
É uma ação louvável
Na vida do cidadão

Usar meios de transporte
Que não faz poluição
Sem mudar a cor do céu
Nem o verde do sertão
Sem devastar a floresta
A passarada faz festa
Dando viva ao cidadão

Criar projetos políticos
Para haver preservação
Nos mananciais de águas
Não ter contaminação
A maior fonte de vida
Nunca ficar impedida
De servir ao cidadão

Evitar de consumir
Produtos sem precisão
Nunca ser alienado
Por falsa informação
Apenas tome cuidado
Pra não ser um viciado
Meu amigo cidadão

Precisa todos lutarem
Em busca de solução
Fazer valer os direitos
Pra toda população
Cumprir normas respeitar
Isso vai colaborar
Na vida do cidadão

Ter direitos e deveres
E boa educação
Igualdade social
Saúde e habitação
Condição pra trabalhar
Isso não pode faltar
Na vida do cidadão

No Brasil o Nepotismo
Gera muita discussão
Mas continua agindo
Não há fiscalização
E o povo acomodado
Fica esperando calado
No agir do cidadão

Alguns lutam por direito
Esquecem a obrigação
De cumprir com os deveres
Nem se quer dá atenção
Agindo sempre incorreto
Nunca pode chegar perto
De ser um bom cidadão

Assegura se o direito
De uma livre expressão
Escolher seus candidatos
Votar sem ter opressão
Liberdade garantida
Isso faz parte da vida
De quem quer ser cidadão

Depois que a economia
Sofreu globalização
Houve perda de direitos
Saúde  educação
A moradia,o lazer
Tudo isso faz sofrer
Quem pensa ser cidadão

Ainda é utopia
Pensar que toda nação
Tem os direitos iguais
Este é o xis da questão
Alguns privilegiados
E outros discriminados
Onde mora o cidadã?

Tem muita gente na fila
Esperando a ocasião
Pra melhorar a saúde
O que recebe é  não
Morre sem ser atendido
Foi um direito perdido
Para esse cidadão

O índio luta constante
Enfrentando invasão
Que sofre nas suas terras
Nunca há moderação
O invasor sempre diz
De Norte ao Sul do país
Eu sou um bom cidadão

A carta da ONU diz
Em sua definição
Que os homens são iguais
Sem nenhuma distinção
A lei já foi aprovada
Falta ser executada
Na vida do cidadão

Procurar ser informado
É uma obrigação
De cada um ser humano
Dentro e fora da nação
Assim está preparado
Pra qualquer ato negado
Na vida do cidadão

Lutas intensas existem
Sem obter solução
Pra dar um ponto final
Na tal discriminação
Este é um mal resistente
Afeta constantemente
A vida do cidadão

Os direitos trabalhistas
Tem muita sonegação
Mesmo sendo garantido
Pela constituição
Quase não tem serventia
Na aposentadoria
Do pequeno cidadão

O pobre,negro e índio
Sofrem discriminação
O branco perseguidor
Munido de ambição
Neste mundo desumano
Agindo como um tirano
Tá longe de ser cidadão

Criança merece ter
Carinho e dedicação
E muitas são vitimadas
Jogadas em um lixão
Os culpados são os pais
Não pode entrar jamais
Na lista de cidadão

O sujeito seja visto
Em qualquer ocasião
Independente de raça
E também religião
Trocando o ter pelo ser
Aí se pode entender
O perfil do cidadão

O homem inteligente
Cria mecanização
Por sociedade justa
Sonho de todo cristão
Se chegar acontecer
Todo mundo vai querer
Viver como cidadão

A conquista de direitos
Deve ser a decisão
De grupos organizados
Lutando em prol da nação
Fiscalizando os errados
E expulsando  culpados
De fraudar o cidadão.

(HELENA BEZERRA)










Nenhum comentário:

Postar um comentário